Bruno Galiego

São 45 anos de carreira, uma disposição de se admirar e, claro, canções que estão eternizadas na história da música popular brasileira.

Com uma bagagem dessas, a apresentação do cantor e compositor, Lô Borges, no ginásio do Sesc, na noite deste sábado, 4, não poderia ter sido diferente: um espetáculo testemunhado por mais de 750 pessoas. 

O que era para ser um show simples, com um caráter mais intimista, acabou tendo que passar por modificações por conta do sucesso de vendas.

“Fiquei muito surpreso, a ideia inicial era fazer uma apresentação simples na qual estaria somente eu e o guitarrista, Henrique Matheus. Felizmente o sucesso das vendas me obrigou a trazer a banda”, explicou o compositor. 

O compositor mineiro emocionou o público com canções do seu LP de 1972, “o disco do tênis” (Lô Borges) e botou todo mundo para cantar junto as canções “Chuva na Montanha” e “Equatorial”, do disco Via Láctea, de 1979.  

O ponto alto da performance de Lô Borges foi relembrar as canções do disco “Clube da Esquina”, de 1972, gravado em parceria com Milton Nascimento. Novamente, o público cantou junto os clássicos “Nuvem Cigana”, “Trem Azul”, “Paisagem da Janela”, “Um Girassol da Cor do seu Cabelo” e “Clube da Esquina II”. 

Além da parceria com Milton Nascimento, o compositor também lembrou de outras feitas ao longo da sua carreira.

“Tive a oportunidade de fazer composições e participações com grandes nomes de diferentes gerações. Estive com o Milton, ao qual sou eternamente grato, com Beto Guedes, Nando Reis entre outros. No ano passado lancei um ao vivo com o Samuel Rosa do Skank, e foi ótimo. É muito importante interligar gerações diferentes, isso enriquece a música”, disse durante sua apresentação. 

No final, Lô Borges fez um “repeteco”, dessa vez com a guitarra em mãos ao invés do violão, da canção “Clube da Esquina II”, que ele havia tocado no início da apresentação. 

Veja a entrevista: 

https://youtu.be/VxGRfKMlMaQ 

 

 

Fotos by Lucas Castroviejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *