Começa campanha de conscientização no trânsito. Ciclista morre no Tarumã

A campanha Maio Amarelo, de conscientização no trânsito, começou nesta terça-feira (2) com uma ação no Paço Municipal e a triste notícia da morte de mais um ciclista.

O ciclista, não identificado ainda, morreu atropelado na Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra, a Estrada de Jundiaí a Itatiba, na região do Jardim Tarumã. O acidente aconteceu na madrugada, segundo informações do Jornal da Região.

Logo pela manhã, servidores públicos e munícipes foram recebidos pelo “Farolito”, um dos mascotes do movimento “Maio Amarelo”, com uma ação educativa na entrada do Paço Municipal.

A campanha está focada fortemente no respeito aos pedestres e às leis de trânsito.

Segundo explicou a Unidade de Mobilidade e Transporte, o movimento Maio Amarelo busca estimular a sociedade a impulsionar o desenvolvimento de atividades voltadas à conscientização, avaliação e ao debate em questões relacionadas ao trânsito, incluindo todos os agentes que interferem, direta ou indiretamente, na segurança da população, inclusive os ciclistas.

Desta forma, todas as palestras e ações de orientação que serão realizadas ao longo do mês abordarão temas ligados aos usuários que utilizam bicicletas para se locomoverem.

O prefeito Luiz Fernando Machado e o gestor de Mobilidade e Transporte, Silvestre Ribeiro, participaram da ação na manhã desta terça-feira entregando laços amarelos, o símbolo da campanha, aos servidores e cidadão que estiveram no Paço Municipal.

Na ocasião, o prefeito destacou a importância da campanha para manter a redução de cerca de 20% no número de acidentes com vítimas registrada no primeiro bimestre deste ano, na comparação com 2016.

“As ações que contribuem para redução no número de acidentes, como fiscalização nas ruas e educação para o trânsito, serão permanentes nesta gestão. Fiz questão de participar da abertura porque é fundamental o envolvimento de toda a população para alcançarmos este objetivo”, afirmou.

Além das ações em várias regiões da cidade, o Movimento vai também atuar nas escolas municipais com orientação aos estudantes.

Para Silvestre, esta é uma parte fundamental no trabalho de educação para o trânsito.

“As crianças podem agir como consciência ética dos pais. Além disso, elas vão crescer e se tornar motoristas. Ou seja, plantar essas regras de convivência com certeza trará benefícios no presente e no futuro”, comentou.

A campanha segue nesta quarta-feira (3)com entrega de laços e orientação no Complexo Argos e no Hospital Regional. Na quinta-feira (4) os agentes de trânsito junto com o “Farolito” e a “Faixolita” estarão na empresa BRF e, na sexta-feira (05), na entrada da DAE.

 

 

Deixe um comentário