Projetos de melhoria para pedestres voltam à cidade

Em pelo menos dois casos – um da administração pública e outro de iniciativa comunitária – os projetos voltados para pedestres tornam a dar novos frutos na cidade. 

O primeiro é a aplicação de um novo projeto de mobilidade na região da Vila Rami, sem custos diretos ao orçamento público, que está encaminhado para um trecho localizado nas ruas Legionários da Pátria e Francisco Vendramin que são internas ao bairro a partir da rua Bom Jesus de Pirapora. 

O projeto chamado Plano de Requalificação Local da Vila Jundiainópolis, desenvolvido pelo Departamento de Projetos Urbanos.visa melhorar as calçadas, incluindo pontos de aumento da área de pedestres, de melhorias na iluminação e pintura do piso asfáltico e de mobiliário urbano.

O investimento, de R$ 100 mil em materiais, foi viabilizado com a substituição de um dos itens do já publicado edital 56, de outubro de 2016, de Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) do empreendimento Maraville, um prédio de apartamentos situado na vizinha rua União, e precisa ser usado em intervenção urbana. Mas a execução será feita pela própria administração pública, em prazo ainda a ser definido.

De acordo com edital do gestor de planejamento urbano e meio ambiente, Sinésio Scarabello Filho (UGPUMA), o objetivo de melhorar as calçadas visa facilitar a mobilidade das pessoas e fomentar a interação social na área carente de espaços públicos.

A área, residencial com resquícios de antigos galpões industriais, fica ao lado do corredor comercial da rua Bom Jesus de Pirapora. Uma área verde com mais espaço de pedestres fica apenas do outro lado dessa via, com a praça José André Filho, já na Vila Helena.

O edital também afirma que a medida visa “aplicar efetivamente a melhoria de caminhabilidade nos bairros”, que pode ser lido como uma diferenciação de projetos da administração anterior que abordaram apenas o Centro. O mais importante, em um ou em outro caso, é a busca de melhorias nesse sentido para a cidade.

Espontâneo – Um outro caso ocorre por iniciativa de moradores no Jardim Sarapiranga, na região do Medeiros. Uma série de móveis montados em “pallets” e jardineiras montadas em pneus tratados e coloridos foi instalada por aqueles com mais talento artístico enquanto outros brinquedos montados por vizinhos foram criados para crianças e moradores na área verde. 

Em diversos pontos da cidade, alguns fenômenos de pequenos detalhes de cuidado vem surgindo também por iniciativas da comunidade. 

Veja também

A cidade ainda tem muitos lugares onde é bom andar a pé

Cidade retoma ações de caminhabilidade