Aula pública no Escadão mostra caminho da resistência

A aula pública do professor Luciano Pereira na noite de terça-feira, 10, no renovado Escadão de Jundiaí, mostra o caminho da resistência à quebra da normalidade institucional: pessoas na rua.

O ato, organizado pela Frente Brasil Popular, reuniu quase 100 pessoas para falar do Golpe na Educação, o desmonte das estruturas públicas de ensino no País como parte de uma estratégia de de poder da direita.

O professor Luciano Pereira mostrou que disciplinas como Filosofia e Sociologia estão sendo deixadas de lado por serem capazes de estimular o pensamento. E substituídas por disciplinas técnicas voltadas para a formação e mercado de trabalho.

O que é uma contradição. Uma vez que a sociedade do trabalho está deixando de existir.

“Parece que a gente vive numa sociedade voltada para o trabalho. Mas vivemos em uma sociedade que não oferece mais trabalho”, disse Pereira.

O professor lembrou que os tempos da sociedade que exigia uma grande quantidade de trabalhadores na linha de produção hoje não existe mais. Por isso é preciso pensar novas formas de organizar a sociedade e, consequentemente a educação.

A aula foi uma oportunidade de ampliar o conhecimento. Sendo pública, permitiu a integração de diversos segmentos da sociedade.

 

Deixe um comentário