Erro em nota faz Voto Consciente adiar ranking da Câmara

durval-orlato

Um erro na planilha de cálculo da avaliação da Câmara Municipal apontado pelo vereador Durval Orlato (foto), candidato a vice-prefeito na coligação Jundiaí Para Todos, obrigou o Movimento Voto Consciente de Jundiaí a adiar o lançamento da Ficha Pública, marcada para este sábado (1).

Segundo nota divulgada nesta sexta-feira (31) pelo Voto Consciente, um erro de digitação na planilha de cálculo da avaliação divulgada afetou os índices de “fiscalização do executivo” de alguns vereadores. Foram variações de 1 a 3 décimos, que não alteram de forma relevante a avaliação dos vereadores.

O único índice mais afetado foi o do vereador Durval Orlato, que passa de 2,3 para 3,6 – assim mesmo mantendo sua avaliação como a segundo melhor no critério fiscalização do executivo, afirma a nota.

“Lamentamos profundamente o equívoco que, mesmo não tendo alterado de forma drástica os índices globais, provocou ruído de comunicação com quem já tenha lido a avaliação”

O Movimento Voto Consciente esclarece que o desvio foi percebido pelo próprio vereador após a divulgação do ranking e está sendo prontamente corrigido. Vale ressaltar, diz a nota, que esse desvio só pôde ser percebido graças à transparência na publicação dos critérios e dos índices.

A avaliação de vereadores publicada nesta terça-feira (28) pelo Voto Consciente utiliza dados oficiais do site da Câmara e critérios quantitativos, sem análise subjetiva, utilizados desde 2007 pela organização e baseados no Voto Consciente e Transparência Brasil.

É a oitava avaliação produzida pelo movimento nestes seis anos de trabalhos.

A avaliação se baseia em cerca de 23.000 dados tabulados em planilhas ao longo de nove meses por cinco voluntários do grupo. Estamos trabalhando para que as planilhas completas, contendo os detalhes da avaliação, sejam publicadas ainda na próxima semana.

A nota afirma também: “Ao longo dos últimos anos protocolamos diversos ofícios à Câmara priorizando sempre respostas oficiais para compararmos com nossas planilhas (tabuladas com informações do site da Câmara)”.

“Infelizmente não recebemos as respostas necessárias e, por isso, fizemos pedidos de informações diretamente aos vereadores, mas poucos responderam a todos os pedidos”, diz o comunicado.

O Movimento Voto Consciente vai corrigir e reimprimir a página da publicação Ficha Limpa. Depois disso definirá uma nova data de lançamento.

Comments are closed.