Luiz Fernando tem as respostas na ponta da língua

luiz-fernando-machado

Do alto dos seus 1m93, com sua voz forte e olhar penetrante, o deputado federal Luiz Fernando Machado é o candidato ideal para defender a continuidade do governo Miguel Haddad. Com a memória treinada, tem resposta pra tudo. E, na ponta da língua.

Foi assim na noite desta quinta-feira (6) na sede da Associação dos Aposentados de Jundiaí. O tucano Luiz Fernando Machado, da coligação Avançar para Fazer Futuro, foi o segundo dos cinco candidatos a prefeito a ser sabatinado.

A série de sabatinas é promovida pela Associação dos Aposentados, Ordem dos Advogados do Brasil e Movimento Voto Consciente.

Nem o chamado “Efeito CQC” abalou a tranquilidade e confiança do candidato — Luiz Fernando foi um dos deputados denunciados pelo programa CQC, da Rede Bandeirantes, por estar fazendo campanha e continuar recebendo os salários de deputado mesmo sem comparecer às sessões.

“Eu não recebi pelas sessões que faltei”, explicou.

Mas pediu licença para fazer campanha?

“Pedi, agora, para os próximos 30 dias”, justificou.

Segundo o candidato, ele já havia previsto desde o início da campanha pedir licença no mês de setembro — mas fez isso apenas depois de ter sido um dos citados pelo programa de televisão.

“Para o eleitor, candidato é quem nem massa de bolo. Quanto mais bate mais cresce”, afirmou confiante.

Luiz Fernando aposta na vitória e cita a pesquisa Ibope divulgada no domingo onde aparece com 39% das intenções de voto, contra 29% de Pedro Bigardi (PC do B), da coligação Jundiaí Para Todos.

Na visão dele, dos 16% indecisos mais da metade votarão nele.

Luiz Fernando defendeu o modelo e a administração do que considera “umas da melhores cidades do Brasil”.

Ele pretende, caso eleito, ampliar o condomínio do idoso. Atualmente, na Fazenda Grande, existem 22 moradias, com 44 idosos vivendo no local. Um novo condomínio será construído no bairro da Colônia.

Vai levar também o Centro de Referência do Idoso, que atende atualmente 2.700 pessoas em sua sede, junto ao terminal de ônibus de Vila Hortolândia, para os bairros. “Queremos um centro de referência em cada bairro”, disse.

O candidato pretende criar novos centros de atendimento ao idoso, como o que existe hoje na Vila Hortolândia, onde 40 pessoas são atendidas diariamente. O lugar é conhecido popularmente como “creche do idoso”. A ideia de Luiz Fernando é criar novos centros nos bairros do Vetor Oeste, como Almerinda Chaves e Novo Horizonte.

Um dos presentes, porém, lembrou que a mesma promessa havia sido feita há quatro anos pelo atual prefeito, Miguel Haddad, e não foi cumprida.

Ele pretende ainda ter 100% da frota de ônibus adaptadas a pessoas com necessidades especiais (hoje são 60%) ou com dificuldade de locomoção, mas não se comprometeu a baixar a idade limite para utilização grátis do transporte coletivo dos atuais 65 para 60 anos.

“Aqui a Prefeitura não subsidia o transporte coletivo como acontece em São Paulo e Campinas. E dar gratuidade significa repassar os custos para outros usuários ou para a Prefeitura”.

Na questão da saúde, Luiz Fernando disse que não vai ser a construção do Hospital Regional que vai desafogar o hospital São Vicente de Paulo, mas sim a implantação de PA (postos de atendimento) 24 horas nos bairros.

Postos que, segundo ele, serão intermediários entre as Unidades Básicas de Saúde e o Hospital São Vicente. “O que virá para o São Vicente serão apenas os casos de alta complexidade”.

O candidato se comprometeu ainda a resolver o problema da falta de vagas em creches já no ano que vem (caso eleito), com a criação de mais mil vagas através de convênios com entidades particulares.

E também a construir um novo cemitério, provavelmente, vertical, através de parceria com a iniciativa privada.

Ele também disse que pretende pagar pelos proprietários de terras com nascente na Serra do Japi, a exemplo que faz hoje a cidade de Extrema. Segundo Luiz Fernando, um estudo vem sendo desenvolvido por uma empresa privada contratada pela Prefeitura.

Quando à segurança pública, ele prometeu continuar investindo na melhoria da Guarda Municipal, na instalação de mais câmeras de vigilância, mas disse que não é factível prometer solucionar o problema.

O candidato ouviu ainda sugestões e cobranças a respeito de gargalos no trânsito, regularização de condomínios, melhoria das calçadas e dos ônibus e tratamento de dependentes químicos.

Para algumas delas, pediu as palmas da pequena platéia.

E pediu para que fossem anotadas por seus assessores para providências futuras.

Na foto de abertura, da esquerda para a direita, o presidente da Associação dos Aposentados de Jundiaí, Edegar de Assis, o coordenador do Movimento Voto Consciente Henrique Parra Parra Filho, o candidato Luiz Fernando Machado e o candidato a vice-prefeito José Antonio Parimoschi.