Mary Marinho: “Questão salarial é o que pega”

Mary Fornari Marinho, jundiaiense, pós-graduada em Gestão Educacional da Rede Pública tem um grande desafio à frente da Secretaria de Recursos Humanos.

Terá que enfrentar especialmente dois focos de descontentamento dos funcionários públicos: os valor dos salários e a falta de um plano adequado de cargos e salários.

“O que se vê é o pessoal bastante descontente. Especialmente na questão salarial que pega bastante”.

Na visão dela, a Secretaria é um desafio enorme.

“Eu acho que a Secretaria de Recursos Humanos é um pilar que se balança, balança tudo”.

Mary já tem várias reuniões agendadas com o prefeito eleito Pedro Bigardi para adequar as proposta de campanha ao efetivo plano de governo.

Seu maior desafio, provavelmente, será elaborar um novo plano de cargos e salários.

Ela olha também para a questão dos concursos públicos, uma demanda dos funcionários da Prefeitura, e também o aspecto das remoções, especialmente no setor educacional.

Seu caminho de trabalho? Ouvir as pessoas.

“Ouvir todo mundo. Esse é o grande caminho. Porque tudo que vem de cima sem ouvir as pessoas não funciona. Enfim, nós vamos trabalhar para as pessoas”.

Deixe um comentário