Nove mulheres no segundo escalão do governo Luiz Fernando

Depois de apresentar um primeiro escalão composto basicamente por homens, o prefeito eleito Luiz Fernando Machado divulgou na noite desta quarta-feira, 28, através de sua assessoria de comunicação, o nome de nove mulheres que vão compor a segunda linha de comando do governo. Luiz Fernando, segundo sua assessoria, acredita que a participação feminina no seu governo reflete a crescente presença das mulheres em funções de destaque no setor privado, uma das boas experiências a ser trazida para o setor público, -- embora, na prática, apenas três mulheres figurem entre os 16 gestores de primeiro escalão. “Nós observamos que no setor privado a boa gestão é cada vez mais vinculada com a figura feminina. As mulheres estão ocupando espaços e queremos ser um governo em consonância com a realidade, tanto no atendimento das demandas da população, quanto nas experiências de boa gestão”, disse o prefeito eleito. No total, até o momento, 12 mulheres participarão do grupo de gestores do governo Luiz Fernando Machado, três no primeiro escalão e nove no segundo. Pela primeira vez o Iprejun (Instituto de Previdência do Município de Jundiaí) será presidido por uma mulher, a servidora pública e advogada Fabiane Palmerini, que acumula experiência no serviço público nas esferas municipal, estadual e federal. Fabiane terá um grande desafio pela frente, uma vez que o Iprejun tem hoje, segundo dados divulgado pela equipe do novo governo, uma dívida que chegou à soma de R$ 13, 1 milhões, em razão de medidas de alocação de recursos tomadas pelo governo Pedro Bigardi. O Iprejun estará vinculado à plataforma de Finanças, Governança e Transparência, que também abrigará o Procon, sob a coordenação de Gabriela Grinternick.  A unidade de Administração e Gestão de Pessoas terá uma gestora-adjunta na condução dos trabalhos, a servidora pública Rosemary Simionato. Na Fumas (Fundação Municipal de Ação Social), a superintendente será Solange Marques, que já atuou como diretora de Assuntos Jurídicos da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano). À frente da diretoria de Comunicação,  na Unidade de Inovação e Relação com o Cidadão, estará a jornalista Maria Carolina Arvigo (na foto de abertura); e a TV TEC (nova denominação da TV Educativa) será chefiada pela também jornalista Mônica Gropelo, posto que já ocupou anteriormente.  Três coordenarias, ainda, estarão sob o comando de mulheres. A ex-delegada Fátima Giassetti atuará nas ações de Políticas Públicas para Mulheres; a advogada Maria Aparecida Mazzolla responderá sobre os assuntos relacionados aos Direitos Humanos e Minorias; a veterinária Alessandra Benedetti será responsável Coordenadoria do Bem-Estar Animal (Cobema). Na semana passada, apenas três mulheres foram anunciadas para o primeiro escalão: a professora Vasti Ferrari, na Cultura, a defensora pública, Nádia Taffarello, na Assistência e Desenvolvimento Social, e Vanessa Machado, mulher de Luiz Fernando, no Fundo Social de Solidariedade. LEIA MAIS Luiz Fernando apresenta nova estrutura com antigos parceiros