Novo Plano Diretor agora é lei. Mas essa é, apenas, a primeira etapa

Foi sancionada na tarde da quinta-feira (7), a Lei 8683/2016, que institui o Plano Diretor do Município para os próximos dez anos.

A lei passa a vigorar a partir da sexta-feira, com a publicação do texto na Imprensa Oficial.

A equipe de Planejamento e Meio Ambiente se prepara agora para o Congresso da Cidade, em agosto, quando vai ser formado o Conselho Municipal de Política Territorial.

O conselho, com função consultiva e deliberativa, vai ser fundamental para a implementação do Plano.

A secretária de Planejamento e Meio Ambiente, Daniela da Camara Sutti, destacou o empenho da equipe de técnicos e servidores durante esses dois anos e meio de elaboração do plano, além do processo participativo de toda a população.

“Não há problema que não se resolva quando há diálogo, e só há diálogo com respeito”, frisou. E deixou uma mensagem especial a todos os delegados: “Vocês são o Plano Diretor”.

O prefeito Pedro Bigardi, que teve boa parte da vida pública ligada ao planejamento de cidades, destacou o trabalho da Secretaria e Meio Ambiente à frente do processo participativo de construção do plano.

Para ele, a participação popular foi fundamental na elaboração de um plano que atende aos diversos setores da sociedade e pode garantir um futuro mais saudável para a cidade.

Na foto de Lucas Castroviejo (da esquerda pra direita), o vereador Natanael Onofre Matias (Caé), o prefeito Pedro Bigadi, a secretária de Planejamento e Meio Ambiente, Daniela da Camara Sutti e o ex-secretário de Negócios Jurídicos, Edson Aparecido da Rocha, no momento da assinatura da lei.