Existente em diversos lugares do país, o Comunidade que Sustenta a Agricultura (CSA) é um modelo de trabalho conjunto entre produtores de alimentos orgânicos e grupos fixos de consumidores que se comprometem a cobrir por um ano o orçamento anual da produção agrícola. Em contrapartida, recebem os alimentos produzidos pelo sítio ou fazenda sem outros custos adicionais. É uma prática de sucesso para um desenvolvimento agrário sustentável. Os grupos já existem em nove estados e, apenas no Estado de São Paulo, em trinta cidades paulistas. O processo, independente, coloca na mão dos cidadãos a ferramenta de conservação do meio ambiente e da zona rural. A palestra é gratuita e vai ser feita em dois horários diferentes no dia 29 de novembro, quarta-feira. A primeira às 9h30, no Restaurante Spiandorello (Caxambu). A segunda, às 19h00, será na Escola Técnica Estadual Benedito Storani (Colégio Agrícola). O convidado é Wagner Santos, diretor operacional e consultor do CSA Brasil, com apoio de Horta Angelim. São dois grupos de perguntas básicas feitas pelo convite, que fala de trazer nova perspectiva e prática sociais, aos interessados. Ao consumidor – Já se perguntou qual o caminho do alimento até chegar à nossa mesa? Já pensou nos benefícios de receber alimentos orgânicos diretamente do produtor de forma justa e economicamente viável? Ao produtor – Já se perguntou como vender sua produção sem riscos de mercado, riscos de perda do produto colhido e risco de perda por ataque de pragas? Mais detalhes sobre essas experiências que estão fortalecendo a agricultura orgânica no país e em diversos outros países do mundo podem ser vistos no site do CSA Brasil (da cultura do preço para a cultura do apreço). http://csabrasil.org/csa/ Onda inovadora – Enquanto a cidade discute novos meios para unir a alimentação saudável com a economia local e a conservação do meio ambiente, uma feira na capital abre no dia seguinte. Chamado Origens, tem como tema a conexão do campo com a gastronomia e vai ocupar o Memorial da América Latina durante três dias. Vai ter ampla programação de palestras e oficinas com chefs e produtores, além de feira. Mais detalhes estão no site https://www.festivalorigem.eco/