Concerto de junho vai reunir banda com escola de samba

A Banda São João Batista, criada em 1957, realiza seu concerto de 60º aniversário no dia 22 de junho no Teatro Polytheama com convidados especiais como a bateria da Escola de Samba União da Vila.

Além do encontro de marchinhas com o samba, o evento marca simbolicamente um encontro de dois dos bairros mais tradicionais da cidade, a Ponte São João e a Vila Rio Branco.

“É uma honra fazer parte desse momento da banda”, afirma o mestre de bateria Zé Prego, da União da Vila.

O concerto vai acontecer em uma quinta-feira (22/6) a partir das 20 horas no Teatro Polytheama e o ingresso vai ser a doação de um quilo de alimento.

A Banda São João Batista, regida atualmente pelo maestro Jassen Feliciano, está em grande fase no aspecto de sua identidade cultural e histórica. No dia 28 de abril, por exemplo, recebeu o trombonista Pedro Evangelista, um de seus fundadores e que está completando seus 100 anos de idade.

As visitas de ex-integrantes fazem parte da rotina da banda, mantida como Associação Musical São João Batista (hoje presidida por José Antonio Ferrarezi) ao lado de um forte intercâmbio de renovação e trocas com os jovens estudantes de música do Projeto Guri.

Entre os eventos de que a banda participa, a presença na saída e chegada da 103ª Romaria Masculina de Jundiaí ao Santuário de Bom Jesus de Pirapora (no dia 21 de maio) revela que ao lado desse evento que é reconhecido como patrimônio cultural imaterial de Jundiaí a própria banda também é um deles.

A dica é marcar na agenda. O programa completo será divulgado em breve.

Orquestra – Antes disso, uma curiosa pequena turnê será feita pela Orquestra Municipal de Jundiaí. Com um repertório barroco e participação especial de Cleber Albuquerque no violino, o grupo com regência de Cláudia Feres vai tocar no Teatro Polytheama às 20 horas do sábado, 3 de junho, e depois segue às 19h30 do domingo (4) para o bairro do Varjão, no  salão da Igreja Nossa Senhora Aparecida, e às 19h30 da terça-feira (6) para o bairro do Jardim do Lago, no salão da Igreja Nossa Senhora do Montenegro.