Interligações musicais no primeiro #ocupapontetorta do ano

A principal função de uma ponte é interligar pontos que não são acessíveis. Neste domingo, dia 29, à partir das 15 horas, a Ponte Torta, mesmo desativada de suas funções há muito tempo e agora cercada pela Praça Erazê Martinho, será palco de mais um #ocupapontetorta.

Um evento que também tem o objetivo de interligar pontos.  

Como consequência dessa interligação vem a diversidade que, mais uma vez, será a bandeira do evento.

A ordem das atrações ainda sendo definida, mas é certo que o grupo de seletoras de música jamaicana, Rude Gyals Posse, de Várzea Paulista, chegará com um set list cheio de grandes clássicos de todas as vertentes (do Ska ao Dancehall) da ilha.

Apresentando-se pela primeira vez no evento, a galera da Hartz vem com um repertório repleto de peso e melodia característica do MetalCore. O quinteto, que está fazendo barulho na cena desde 2009, em 2015 lançou o EP “Não Desista”

E o som extremo não pára! Aliando a agressividade do Thrash Metal com a velocidade do Hardcore Punk, o Boca de Lobo está confirmado mais uma vez no evento. A galera que cola nos rolês dos caras sabe muito bem como que funciona: “a dança violenta toma conta do local”. Ouça a “Demo 2015”

Um dos nomes mais conceituados e respeitados do Rock n’ Roll jundiaiense estará presente no #ocupapontetorta: No Deal. Formado no ano de 1996, o quarteto apresenta um Hardcore encorpado com letras que retratam a vida nos grandes centros urbanos. Conhecidos pelas lendárias apresentações no Bar do Bilé, o No Deal, já dividiu palco com grandes nomes do cenário underground nacional: Ratos de Porão, De Menos Crime, Nervochaos, Nitromids e Garage Fuzz. 

Os bons tempos da “Seattle brasileira” serão lembrados com guitarras distorcidas e muito bom humor. A banda Burt Reynolds, uma das mais influentes da cidade, se apresentará pela segunda vez no evento. Na cena desde 1994, o quarteto não mede esforços para expor toda a irreverência do rock sessentista com a velocidade e melodia dos anos noventa. Conheça o som da banda: https://soundcloud.com/burtreynolds . 

Para tranquilizar e equilibrar as vibrações, o Corrosivo 420 vem com muita psicodelia e um groovie inconfundível. O som experimental da banda impressiona pelo alto nível de criatividade e técnica de cada um dos músicos. Veja como foi a apresentação do Corrosivo 420 no #ocupapontetorta realizado no mês de agosto do ano passado: 

 

Foto de abertura by Lucas Castroviejo