Em dias quentes e secos o Jardim Botânico é boa opção

jardim-botanico-jundiai

O inverno quente, com dias ensolarados e secos, é um convite para se passar algumas horas debaixo das árvores. No Jardim Botânico e possível caminhar por trilhas sombreadas e relaxar ouvindo o som da cachoeira — que é artificial, mas quem se importa?

Palmeiras imperiais e outras centenas de folhagens compõem o visual do Jardim Botânico, que foi inaugurado no final de 2004, e tem quase 120 mil metros quadrados.

A proposta do Botânico é promover a conservação, em cultivo, por meio do estabelecimento, manutenção e desenvolvimento de uma coleção viva bem documentada de espécies vegetais regionais e não regionais (nativas brasileiras e exóticas) adaptadas às condições climáticas locais.

Há um orquidário e uma interessante mandala de ervas aromáticas e medicinais – o jardim sensorial — onde é possível tocar e sentir o aroma das plantas.

A ciclovia inaugurada em outubro do ano passado criou um novo espaço de lazer que acaba mostrando aos freqüentadores praticamente todo o espaço do Jardim Botânico. É comum ver agora pessoas que curtem a ciclovia voltar num outro dia para visualizar, com calma, a beleza da natureza no Jardim Botânico.

“Aqui, o visitante pode desfrutar de belas paisagens e conhecer mais de 150 espécies arbóreas nativas”, diz a médica veterinária sanitarista Vania de Fátima Plaza Nunes, diretora do Jardim Botânico.

Os animais, segundo ela, também têm aprovado o espaço e prova disso são as diferentes espécies de aves que passam pelo Botânico: mais de 50 espécies de aves já foram encontradas, em diferentes épocas do ano.

Para os visitantes interessados em conhecer melhor o trabalho desenvolvido no local também é possível agendar passeios monitorados. Basta entrar em contato com a Diretoria do Jardim Botânico.

Serviço

O Jardim Botânico está aberto ao público diariamente, das 7 às 18 horas. Informações pelo telefone (11) 4523-1012 ou (11) 4582-2468. O acesso é pela Avenida Vereador Geraldo Dias com Marginal Direita do Rio Jundiaí (próximo da Prefeitura).

Foto: divulgação/PMJ