Novo EP da Rosario mostra a evolução sonora da banda

Por Bruno Galiego

A galera da Rosario chegou berrando alto e provou que a banda está mais viva do que nunca. O novo EP do quarteto , “Estamos Vivos”, segue a mesma essência de “Guerra”: melodia, peso e simplicidade em pleno equilíbrio. Porém, logo na primeira audição, é perceptível que a velocidade aumentou de forma significativa. A faixa título do novo trabalho deixa bem evidente essa característica. 

O quarteto formado por Guilherme Malaquias (voz), Jonatas Felício (guitarra), Jonathan Felipe (baixo) e Jorge Lopo (bateria) – que em maio de 2016 substituiu Gabriel Cauê -, apresenta seis faixas que são frutos da experiência que a banda vem adquirindo de show a show. ”

 “Uma das maiores avanços que tivemos foi a estabilização da formação. Isso fez com que todos ficassem muito envolvidos, dedicados e focados nas criações das músicas. Ao ouvir, dá pra perceber uma certa evolução na sonoridade”, avaliou Malaquias. 

O vocalista também ressaltou que após Jorge Lopo assumir as baquetas, novos horizontes se abriram para a Rosario. “Com a entrada do Jorge as musicas ficaram com outra cara, talvez seja pelo fato dele ter praticamente ter as mesmas influências que todos nós. Nos ensaios ele soube traduzir o que tínhamos em mente para esse novo trabalho”. 

“Estamos Vivos” apresenta letras reflexivas com base em situações rotineiras. A mensagem a ser passada segue aquele velho esquema do PMA (Positive Mental Attitute), ao mesmo tempo em que a auto crítica é muito levada em consideração. “Desconstrução” e “Liberdade” são temas que abordam – de forma simples e direta – os mais diferentes sentimentos pelos próprios atos. 

Com o lançamento do EP, agora vem as tarefas do quarteto. Malaquias afirmou que em breve surgirão muitas novidades para a galera que já acompanha o trabalho da Rosario. “A meta é rodar o máximo de lugares possíveis com esse novo trabalho, e lançar alguns videoclipes. Até dezembro sai o EP em formato físico com um show de lançamento do mesmo”, garantiu. 

Agora, aumente o volume e ouça: