Roupa Nova e seus sucessos de sempre no Clube Jundiaiense

Com a mesma formação desde a época em que se chama “Famks”, o Roupa Nova volta a Jundiaí neste sábado (18) para o show “Todo amor do mundo”, no Clube Jundiaiense.

O show é parte da turnê de lançamento do DVD que fecha o kit com dois CDs e um livro, que leva o mesmo nome.

“É a história de um menino que passeia por coisas basicamente que todos nós vivemos, do bullying na escola, ao sexo, drogas, política, a gente fala da ditadura. É um trabalho cantado e narrado, com letras interligadas. Na verdade não é uma história biográfica, é poética”, disse o multi-instrumentista Ricardo Feghali, ao G1.

Os dois CDs e o livreto com as histórias foram lançados juntos. “A parte narrada é em desenho animado. É um trabalho diferente da gente, bem especial”, diz o músico.

As versões presentes nos álbuns foram feitas por compositores como Nelson Motta, Milton Guedes, Humberto Gessinger, Guilherme Arantes, Paulinho Moska, Ronaldo Bastos e Paulo Massadas.

A ideia do “álbum conceitural” foi do baixista Nando. Marvin Gaye, B. J. Thomas, Guess Who, The Beach Boys, Hermann’s Hermit e Marmalade estão entre os artistas que gravaram as versões originais das músicas do disco.

Uma das faixas é “Tempo de encarar”, a primeira da história da banda a ter o guitarrista Kiko como vocalista principal. Participam do trabalho nomes como Tico Santa Cruz (Detonautas Roque Clube), Alexandre Pires, Angélica, Ed Motta, Twigg (filha do vocalista e percussionista Paulinho) e Carol Feghali (filha de Ricardo).

A primeira canção de trabalho foi “Tempo de amar”, escrita por Pedro Camargo e José Ari. A música foi gravada pela primeira vez no disco “Roberto Carlos em ritmo de aventura”, pelo “Rei”.

As músicas de “Todo amor do mundo” são apenas uma parte do show do Roupa Nova, que não pode ficar sem alguns dos “53 sucessos”, sendo “32 temas de novelas”. Mesmo com versões, medleys e novidades, é impossível assistir Feghali, Paulinho, Kiko, Nando, Serginho Herval (bateria e voz) e Cleberson Horsth (teclados) no palco sem hits como “Dona”, “Volta pra mim”, “Meu universo é você”, “Linda demais” e “A viagem”.

As mesas estão esgotadas. O ingresso custa R$ 120,00 e a meia-entrada custa R$ 60,00.

Confirme sua presença pelo evento :

Deixe um comentário