Sarau da Coisa renova proposta de descentralização cultural

Pelo segundo ano consecutivo o Sarau da Coisa foi contemplado pelo ProAC – Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo

Promovido pelo coletivo de produção cultural Coisarada há quatro anos, o Sarau da Coisa vai além da literatura e reúne também música, dança, teatro e artes visuais, entre outras manifestações emergentes, para promover ambientes democráticos de expressão artística e convívio social muitas vezes inexistentes nos locais por onde passa.

Neste ano estão no roteiro associações de pessoas com necessidades especiais e idosos, além de bairros periféricos das três cidades onde circula – Jardim Novo Horizonte, São Camilo e Associação dos Surdos em Jundiaí; Jardim América 3, Grupo Bem Viver e Parque das Orquídeas em Várzea Paulista; São José, Botujuru e APAE em Campo Limpo Paulista.

O prêmio, que expandiu a circulação da iniciativa no último ano, auxiliará mais uma vez na proposta de descentralização cultural desenvolvida pelo grupo.

Dez edições do sarau serão realizadas com a verba recebida, cobrindo os custos de produção, transporte, comunicação e artistas convidados. Contudo, edições ‘extra ProAC’ deverão acontecer ao longo do ano.

Também serão produzidos seis minidocumentários sobre a passagem da atividade em diferentes espaços, expondo a realidade cultural destes lugares.

“É uma forma de fazer fagulha entre os artistas dessas regiões, estimulando-os a produzir cada vez mais em suas localidades”, diz Thiago Moreira, um dos produtores responsáveis.

O artista é você

A cada edição o público é estimulado a participar do sarau de diferentes maneiras, seja através de apresentações espontâneas ou de ações de interação como a Biblioteca da Coisa, com livros que podem ser consultados durante a atividade, e o Varal Poético, uma brincadeira que reúne poemas e peças literárias de diferentes artistas da região.

A primeira edição de 2017 acontecerá em Jundiaí, no Centro Comunitário do Jardim Novo Horizonte (Rua Oito, 5546), no próximo domingo (26) a partir das 16 horas.

Os artistas convidados desta edição são o grupo jundiaiense Favela Consciente e o poeta Lucas Afonso, membro do grupo Filhos de Ururaí e representante do Brasil na Copa do Mundo de Slam do ano passado.

Comments are closed.