‘Virada Jundiaí 2016’ celebra a cultura com público de 60 mil

Cultura para todos os gostos em uma festa que celebrou artistas nacionais e locais. Assim foi a Virada Jundiaí, realizada pela Prefeitura no final de semana. O evento levou ao Parque da Uva, Teatro Polytheama, Museu Solar do Barão, Casa das Letras e Artes, Sesc, entre outros espaços, mais de 60 mil pessoas. O encerramento nesse domingo (22) fez o público vibrar ao som de Ira!.

O cantor Nasi, vocalista da banda, destacou a importância de o município investir em cultura e realizar sua própria Virada.

“Apesar da crise pela qual todo o País passa, apostar na cultura é fundamental. E a Virada é um evento comunitário, gratuito, acessível, para todas as idades e classes sociais. Isso é democracia.” Ele falou ainda que é sempre especial cantar no município. “Nas nossas idas e vindas, sempre fomos bem recebidos em Jundiaí.”

O secretário de Cultura, Jean Camoleze, falou do sucesso do evento.

“A Virada prova o quanto a cultura é importante na vida de todos. E temos a feliz responsabilidade de difundir e valorizar isso”, comentou. Para ele, o balanço dos três dias de evento é positivo. “Tivemos um bom público e as pessoas elogiaram muito porque conseguimos proporcionar um ambiente organizado e acolhedor.”

Para Jean, investir em cultura é essencial. “É algo que pode transformar as pessoas. É um dos fatores de formação do indivíduo. Por meio da cultura desenvolvemos valores.”

Quem prestigiou a Virada não economizou elogios. “Viemos sexta, sábado e domingo. Somos arroz de festa”, brincou Rene Muscato, de 77 anos, que foi acompanhado pela esposa Darcy Muscato, de 75 anos. ”É uma festa bonita e bem organizada. Gostamos muito”, concluíram.

Assim como o casal, Marcela Ferreira, de 25 anos, também aprovou. “Sou fã da banda Ira! e poder assistir a esse show de graça é um privilégio.”

Locais
As bandas locais também fizeram sucesso na Virada e levaram bom público aos shows. Os artistas destacaram a relevância de tocar na cidade. “Rodamos todo o País e estar na nossa cidade é emocionante. É muito bom ver tantos amigos queridos e conhecidos na plateia”, comentou Joyce, da dupla sertaneja Joyce e Fabiano. Eles realizaram um show na tarde desse domingo (22) no Parque da Uva.

Já a banda Mika Soul levou samba-rock ao palco interno do Parque da Uva e fez o público dançar. “A Virada é uma grande confraternização de bandas e amigos. Além disso, promove a cultura e a arte”, disse o vocalista Mael.

 

Deixe um comentário